24/03/2021

Alarme Residencial, Vale a pena ter ?

Alarme residencial serve para manter a segurança de uma casa. Afinal de contas, proporcionar a segurança das nossas casas é essencial e requer cuidado.

Portanto, conhecer a variedade de tipos de alarme é importante. Afinal, é necessário escolher bem esse aparelho, procurando sempre o mais recomendado para a sua necessidade.

Essa é uma ótima maneira de manter a segurança e proteção da sua família dentro da sua residência.

Pensando nisso, vamos mostrar ao longo desse texto, os principais tipos e características de alarmes disponíveis para você escolher bem no momento de ir comprar na Piu Shop.

 

A IMPORTANCIA DO ALARME RESIDENCIAL

 

Normalmente os invasores costumam escolher com muita cautela as residências que eles vão atacar. Nesse processo, um dos principais critérios que eles analisam consiste no nível de dificuldade que possa existir.

Ou seja, quanto maior for a segurança da casa, menor será a probabilidade deles quererem invadir ela. Afinal, ser descoberto não está nos planos deles.  

Portanto, quando a casa possui alarmes de segurança, já diminui bastante as chances da residência ser alvo de invasões, vandalismo e roubos.

Outra consequência vantajosa da instalação do alarme residencial refere-se à sua atuação “passiva”. Ou seja, os alarmes, por exemplo, evitam as invasões mas sem causar dano físico aos infratores.

O alarme apresenta, ainda, a chance de atuação com o auxílio da vizinhança. Eles podem se juntar para quando ocorrer o disparo dos alarmes de alguma casa, os demais tenham determinadas iniciativas, como chamar a polícia, por exemplo.

 

 OS PRINCIPAIS MODELOS DE ALARME RESIDENCIAL

 

Existe uma variedade significativa de alarmes. Porém, todos eles tem algo em comum: mantém a segurança e valoriza o imóvel.

Mesmo assim, é importante ter conhecimento sobre os principais tipos de alarmes. Afinal de contas, quanto mais informações, mais segurança;

Além disso, dá para conseguir maior praticidade no sistema de segurança da sua casa dependendo da escolha. Isso porque existem alarmes que podem trabalhar juntos com sistemas de monitoramento.

Isso gera visualizações que podem ser monitoradas, via acesso das câmeras pela internet. Conheça os principais tipos e suas características.

 

1. SENSOR MAGNÉTICO

 

O sensor magnético é instalado com o intuito de revelar a abertura das janelas, portões e das portas. Ele funciona como um ímã que deixa fechado o contato quando o portão ficar fechado.

No caso do portão ficar aberto, esse contato também abre. Com isso, é acionado um sinal para a central de controle que, então, vai a liberar o alarme. Existem, no geral, 3 variáveis de sensores magnéticos:

  • Metálicos: É o sensor mais resistente e, por isso, pode ser usar nas portas de enrolar ou em portões pesados;

  • Embutido: Recomendado para as janelas e para as portas de madeira;

  • Aparente: Indicado para as janelas e para as portas de vidro.

 

2. SENSORES DE MOVIMENTO

 

Esse é o sensor que indica a presença dos indivíduos, nos locais em que foram instalados, através do movimento do mesmo. Existem dois tipos mais comuns de sensores de movimento:

  • Passivo: Sensor que não emite luz infravermelha, mas é possível que leia as variações que acontecem no ambiente onde foi instalado;

  • Ativo: Possui um receptor e um transmissor. Este, libera feixes com luz infravermelha, que é responsável por detectar a presença do indivíduo. Ele normalmente é instalado nas portas de elevador.

 

3. SENSOR PARA INCÊNCIO

 

Esses sensores conseguem descobrir fumaça, principal sinal de que é possível estar ocorrendo ou começando um incêndio. Estes sensores enviam sinais para o alarme que, por sua vez, dá um alerta visual ou, melhor ainda, aviso por som.

 

4. QUEBREA VIDEO

 

O dispositivo tem como função sinalizar, como seu nome sugere, uma quebra dos vidros, mandando sinais para o alarme. É altamente indicado para as portas e as janelas de vidro.

O correto é usar esse sensor em com o sensor magnético, de preferência nos ambientes onde é provável que algum indivíduo com más intenções possa invadir a residência quebrando os vidros dela.

 

5. INFRAVERMELHO

O sensor de infravermelho tem como função detectar a presença de um indivíduo através do calor. Quando tem mudanças na temperatura, esse dispositivo libera um sinal que indica a presença inadequada naquele local.

Esse infravermelho é muito bem empregado nos ambientes internos, e é recomendado posicioná-lo perto das principais portas e janelas casa.

Existem diversos tipos de infravermelho, cada um com suas características únicas. Veja alguns

 

5.1 INFRAVERMELHO PASSIVO

 

Os infravermelhos passivos vão localizar o calor do corpo por meio de energia infravermelha. Esse sistema consegue localizar a presença dos invasores, até mesmo, nas situações com baixa visibilidade.

Mesmo que ele represente uma solução muito econômica, esse equipamento pode, graças à sua sensibilidade, liberar alguns falsos alarmes em ambientes submetidos a muitas variações de temperatura.

Dessa maneira, o infravermelho passivo é mais recomendado para locais internos que tenham variações de temperatura e mínimas movimentações.

 

5.2 INFRAVERMELHO ATIVO

 

O infravermelho ativo, conhecido também como o sensor de barreira, tem como foco criar ondas de luz entre duas extremidades, para dessa maneira impedir as invasões de casa.

Os modelos mais avançados possuem alguns filtros que impedem que certos mecanismos consigam driblar a proteção. É aconselhado usar esse em muros das indústrias e de casas.

 

5.3 ALARMES "PET"

 

O alarme Pet consegue identificar, através do infravermelho, os movimentos de pequenos corpos. A sua classificação se dá pelo peso, pois ele não localiza os movimentos que são feitos próximos do chão.

Os sensores mais novos conseguem identificar animais de até 45 quilos, conseguindo diferenciar eles de pessoas na mesma faixa de peso.

Os alarmes Pet são indicados, sobretudo, nos locais onde exista uma alta circulação de animais, para evitar assim alarmes falsos. Grandes plantas industriais e propriedades rurais são locais que mais usam esse tipo de alarme.

O sistema, quando reconhece e ignora os animais de estimação, liberam alarmes somente quando localizam a presença das pessoas.

 

5.4 SENSOR DE TETO

 

O alarme de teto apresenta um alcance de até 360 graus. Essa área de alcance pode variar avaliando o tamanho do pé-direito do edifício. Ele é mais recomendado para locais internos.

Dessa maneira, é essencial analisar com calma as opções que tem procurar pelo auxílio de algum especialista. Dessa maneira você consegue tomar uma boa decisão no momento de selecionar entre os diversos tipos de alarmes para a sua casa

Portanto, entre em nosso site e garanta já o seu alarme residencial. Procuramos sempre trazer as melhores novidades e dicas para os nossos clientes! Conte sempre conosco