Produtos encontrados: 8 Resultado da Pesquisa por: em 5 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

Produtos encontrados: 8 Resultado da Pesquisa por: em 5 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

Amplificador de som

Quem é músico sabe que tocar instrumentos elétricos sem amplificador é impossível. Esse equipamento, indispensável na vida dos guitarristas, por exemplo, possibilita que todos possam ouvir bem seus acordes e diferenciar claramente entre graves e agudos. Isso ocorre porque o som adquire maior potência ao passar por esse aparelho. Confira alguns instrumentos musicais que necessitam de amplificador:

  • Guitarra
  • Contrabaixo
  • Teclado
  • Bateria elétrica
  • Violino elétrico

Aqui na Piu Shop você encontra os melhores amplificadores do mercado pelo menor preço!

Tipos de amplificadores

  • Estéreo: Os amplificadores que possuem mais de dois canais iguais  de amplificação que são independentes
  • Mono: Modelos com apenas um canal

Como funciona o amplificador

O som entra pelo amplificador e sai com maior potência. Isso ocorre porque esse equipamento de som possui dois painéis: um na frente e outro atrás. Os modelos de alta ou média potência possuem aberturas para entrada e saída de ar. Esse mecanismo de refrigeração precisa ficar livre para evitar dano e não comprometer o bom funcionamento do aparelho. Confira alguns itens presentes nos amplificadores de potência:

Painel Frontal

  • Volumes
  • Saídas independentes de som
  • Liga/ Desliga
  • Chanel A e B
  • Low e High
  • Equalizador (Bass,Middle,Trebl)
  • Leds (Normal e Overload)

Painel Traseiro 

  • Cabo de alimentação de força
  • Conectores de saída
  • Conectores de entrada

Vantagens de usar amplificador de potência

O contrabaixo e a guitarra elétrica precisam estar conectados aos amplificadores para que o sinal gerado pelos captadores seja transmitido. Mas, existem outras razões para usar esse equipamento de som. Confira algumas:

Som de qualidade com sua marca pessoal

O amplificador de potência é fundamental tanto para músicos iniciantes quanto para os experientes e profissionais. Garantir um som de qualidade é o motivo pelo qual quem toca instrumentos elétricos precisa desse equipamento. Mas, existe outra vantagem em usar o amplificador. Com ele, é possível imprimir mais personalidade aos acordes. Ou seja, você pode deixar sua marca pessoal em cada som.

Excelente desempenho e pouco ruído

Quanto mais alto o som fica, menores as chances dele não ficar distorcido. Para evitar esse tipo de problema, a dica na hora de comprar seu amplificador é optar pelos modelos com entrada balanceada. Eles possuem melhor desempenho dinâmico, além de menos ruídos em relação aos modelos de entrada não balanceada.

Para descobrir o tipo de entrada do amplificador, a melhor forma é verificar nas especificações técnicas. Ter três pinos no painel de trás e possuir conector XLR podem até ser indícios que é um modelo com entrada balanceada, mas não é garantia.

Amplificadores ajudam a contar um pouco da história da música

Há quase um século, os amplificadores estão presentes na vida dos músicos. Essa tecnologia, que no início foi vista como uma tendência que não vingaria, garantiu seu espaço com a popularização do uso de instrumentos elétricos.

  • Anos 20: O amplificador de potência foi criado no século XX. Na década de 20,  foram utilizadas válvulas de rádio para realizar essa então novidade tecnológica. Os músicos que tocavam Blues e Jazz foram os primeiros a experimentar esse equipamento, que hoje é indispensável para guitarristas e baixistas.
  • Anos 50: Com a popularização da guitarra elétrica, os amplificadores se consolidaram de vez no mercado. Na época, os modelos eram valvulados com, no máximo 2 alto-falantes, de 12 polegadas.
  • Anos 60:  Em 1967, a Fender começou a comercializar os amplificadores com transistores: uma inovação tecnológica na época.
  • Anos 70: Nessa década, os transistores passaram a substituir as válvulas. Os modelos eram muito mais potentes e possuíam uma nova tecnologia (solid state), além de grandes caixas de som que eram independentes. Mas, a receptividade no mercado não foi das melhores na ocasião. Como o som era muito diferente, não agradou muito, e não chegou se popularizar.
  • Anos 80: Mais uma inovação tecnológica ocorreu nesse período. A Marshall começou a fabricar modelos com apenas uma válvula, no pré amp, junto com um circuito transistorizado. Conhecida como tecnologia valvestate, a novidade garantiu seu lugar no mercado. Rapidamente diversos fabricantes começaram a produzir amplificadores com esse sistema. Mas, os modelos de válvula permaneceram sendo os preferidos de muitos músicos.
  • Anos 90: Com a era digital, os amplificadores também acompanharam as novidades tecnológicas. Surgiram então os aparelhos de modelação digital com softwares modernos e microchips para simular o som de famosos amplificadores de válvulas. Essa inovação agradou alguns astros do rock.

Amplificador certo para o seu ritmo

Descubra como escolher o equipamento mais adequado ao gênero musical que você toca:

  • Classic Rock: Amplificador híbridos ou valvulados e até mesmo de modelação digital. Mas, os combos precisam ser bem grandes
  • Heavy Metal: Amplificadores valvulados gigantes com bastante potência (maior do que do rock clássico ou outros estilos)
  • Jazz: Amplificadores transistorizados são a melhor opção
  • Blues: Amplificadores valvulados
  • Pop: Amplificador de grande porte, de preferência, com dois faltantes

Amplificadores de qualidade você encontra na Piu Shop! Compre agora seu equipamento de som.